Novo

Potiguar Rocket Design, um protótipo em ascensão

Projeto desenvolvido por alunos de engenharia e C&T constrói foguetes na UFRN

Por Luiz Gustavo e Eliza Hikary

A Potiguar Rocket Design, criada em 2016, é um projeto de estudos que visa o desenvolvimento e construção de foguetes. Composto por alunos de engenharia mecânica, da computação, elétrica e de C&T da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, o grupo tem como foco principal desenvolver tecnologia aeroespacial e participar de competições nacionais e internacionais.

Após se envolverem em atividades na UFRN e tendo como intuito contribuir com o campo em pesquisa, os amigos Elder Samuel, 22 anos, e Victor Eduardo, 23 anos, decidiram unir o estudo e a paixão pela área para fundar o projeto. A partir de convites feitos inicialmente aos amigos, a equipe foi se formando e hoje é composta por 16 membros. O projeto conta com o apoio de um corpo docente, formado pelo orientador George Marinho e por outros professores da UFRN, além de contar com técnicos especializados que auxiliam na usinagem, soldagem e na construção de materiais para a fabricação dos foguetes.

O grupo fez a bancada de testes estáticos em parceria com a equipe Cal-Kara.
Foguetes em que o grupo está trabalhando
no momento. Foto: Luiz Gustavo.
O maior foco da equipe no momento é a Cobruf (Competição Brasileira Universitária de Foguetes), a mais avançada do mundo em sua categoria e, por isso, requer um alto nível operacional. Ela acontecerá em setembro e será sediada no Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), localizada em Parnamirim, região metropolitana de Natal/RN. “Essa competição preza por várias atividades e até lá teremos muitas para desenvolver, como, por exemplo, ir nas escolas de ensino médio para ensinar os alunos a construir foguetes”, conta Elder. Além da Cobruf, os estudantes pretendem participar de mais três competições: a nacional BAR, que é voltada para mini foguetes, e no próximo ano, as internacionais Irec e Space Camp, que exigem o motor híbrido - sólido e líquido - para poder participar.

A Potiguar Rocket Design tem representado a UFRN em diversos torneios, porém a instituição ainda não designa fundos ao grupo, que se enquadra no edital de Projetos Estratégicos. Devido à falta de apoio, os integrantes da equipe encontraram alternativas a fim de conseguir dinheiro para o projeto. “Pensamos em ministrar minicursos para arrecadar fundos. O dinheiro é apenas uma contribuição, ninguém é obrigado a pagar, nós recebemos e em troca passamos o conhecimento que temos, seja em Autocad, eletrônica, arduino”, disse Elder, que pretende continuar com os cursos ao longo de todo o projeto.

A Potiguar Rocket Design promoverá processos seletivos a cada semestre com o intuito de renovar sua equipe, já que alguns estudantes estarão se formando ou poderão vir a desistir do curso futuramente. A seleção é composta por algumas etapas, como responder a um questionário - em que os candidatos dizem em qual subdivisão pretendem participar (são elas: propulsão, aerodinâmica, estruturas, eletrônica, recuperação e marketing). Em seguida, são submetidos à análise de curriculum, prova escrita e entrevista. As inscrições serão divulgadas pelo Sigaa e pelas redes sociais do grupo: no instagram @potiguarrocket e na página do facebook Potiguar Rocket Design

Nenhum comentário