Novo

Contribuintes do Imposto de Renda também podem ajudar instituições de caridade

O prazo para a declaração termina hoje (30), mas ainda há possibilidade de ajudar instituições de caridade através da campanha Declaração Cidadã 

Por Anthony Mateus e PH Dias 

Fonte: Portal do Ministério Público do Rio Grande do Norte 

A campanha Declaração Cidadã é uma parceria do Ministério Público do Rio Grande do Norte com a Receita Federal e tem a proposta de mobilizar a população potiguar a declarar parte do seu Imposto de Renda ao FIA (Fundos da Infância e Adolescência no Rio Grande do Norte). Essa destinação de parte do imposto é legal, não são cobrados custos a mais e tanto a pessoa física como a jurídica podem ajudar a causa. 

Sobre a campanha, a Promotora de Justiça do Ministério Público, Sandra Santiago, destacou a necessidade da iniciativa. “O dinheiro arrecadado é posteriormente alocado às instituições de apoio à crianças e adolescentes, que são inscritas no COMDICA de Natal, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente”, explica. 

Ela também fala o quanto que o projeto investiu com o intuito de ajudar os jovens. “No ano passado, o COMDICA investiu 400 mil reais em nove projetos sociais, atendendo em média 1.500 crianças e adolescentes”, relata. 

O COMDICA tem critérios e modos de distribuição para ajudar os mais diversos programas sociais voltados ao público infantojuvenil. Segundo Sandra, “os recursos são distribuídos por meio de plano de ações do COMDICA, levando em consideração as principais necessidades de cada projeto”. 

A facilidade da destinação de parte do Imposto de Renda para essas instituições é uma das
principais características que chamam a atenção de quem faz a declaração. O Auditor Fiscal da Receita Federal, Carlos Oliveira, destaca que hoje o processo é simples e rápido. “Em casos de Restituição do Imposto de Renda, nada se altera, o valor que será recebido pelo declarador não muda”. 

Para quem já fez a Declaração do Imposto de Renda e quiser ajudar na campanha Declaração Cidadã, é só seguir as instruções do Auditor: “Basta que a pessoa faça uma retificação da declaração feita, para que possa editá-la. Depois disso, você escolhe a opção: Destinação diretamente ao ECA”, conta Carlos. 

É uma ajuda humanitária que salva várias crianças e adolescentes. Através do auxílio à projetos que as tiram do mundo das drogas, assim como à programas que cuidam de crianças com câncer, é possível melhorar a qualidade de vida da futura geração. 

Segundo a Agência Brasil, até sábado (28), cerca de 4,9 milhões de contribuintes ainda não haviam acertado as contas com o Estado. O programa de preenchimento da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física de 2018, ano base 2017, está disponível no site da Receita Federal. O prazo para a entrega da declaração começou em 1º de março e vai até as 23h59min59s de hoje, 30 de abril.

Nenhum comentário