Novo

Da Magia à Ciência: Que tal aprender Física de maneira criativa?

Por Marcelha Pereira


Amadeu Albino Jr é Mestre em Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e professor adjunto do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). Desde 2007, ele alimenta o canal Mago da Física no YouTube, onde compartilha propostas experimentais com o objetivo de convidar o aluno a mergulhar no mundo da Física.

Foi para falar sobre o seu canal que o professor foi convidado a palestrar no dia 13 de abril, das 13h às 14h, no palco Educação do Futuro, na área livre da Campus Party. Nomeada como “Da Magia à Ciência: Criação de vídeos como veículo de motivação e aprendizagem”, a conversa durou uma hora e encantou a todos.

Partindo do princípio de que é preciso envolver o aluno no processo de aprendizagem e fazer com que ele saia de casa motivado a aprender Física, o professor Amadeu iniciou o projeto ainda no Orkut. Quando o YouTube surgiu, ele viu o site como um ótimo suporte para publicar seus vídeos. O resultado é compensador: hoje em dia, 12.791 pessoas de 197 países acompanham seu canal. 

Um dos segredos de Amadeu é olhar tudo com olhos de professor. Ele diz que vai ao Alecrim todo final de semana e vê Física em todo lugar, até mesmo onde os próprios comerciantes não veem. Seu objetivo é fazer com que os estudantes também enxerguem o mundo assim. 


Segundo o professor, todo o projeto gira em torno de um grande ciclo de motivação entre ele e todos que assistem o canal. “Eles [os alunos] sabem que no dia que quiserem eles podem ir à minha sala. Ela vira até um ponto turístico lá do IF, tem gente que leva até os filhos para verem. Parece um Museu Científico, cheio de pequenos experimentos interativos que a pessoa brinca, que a pessoa vê, que a pessoa toca. Isso me dá prazer de continuar me motivando para criar algo novo”. 

Grande parte dos vídeos postados são passados em sua sala de aula como forma de complementar a experiência de ensino. “Eles [os alunos] têm interesse no YouTube, mas eu oriento para que eles não assistam apenas a mim, que eles procurem algo novo para servir de apoio”, conta. 

E nessa procura por algo novo, alguns estudantes se motivaram pela iniciativa e criaram os próprios canais. Para quem quiser conferir, o professor indica: 192 da Matemática, MatemaThiago, Cine Physics, Física Lúdica e MatheSimples. Já outros alunos se apaixonaram tanto que decidiram cursar a graduação em Física. 

O Mago da Física é tão inspirador para o criador quanto é para os estudantes. Graças ao canal, Amadeu teve a oportunidade de estudar no maior laboratório de física de partículas do mundo, o CERN. Ele voltou de lá como Embaixador do centro e anualmente participa de eventos sobre ciência. 

O projeto tem parceria do Instituto Lemann e do YouTube Educação. Para mostrar a dinâmica realizada no “Mago da Física”, o professor Amadeu fez dois experimentos ao vivo na palestra. O primeiro foi do Efeito Fotoelétrico, que você pode assistir no canal aqui. Ele fez as indicações de onde comprar o material e como fazer em casa para todos que estavam presentes.

Experiência com o porquinho. Foto: Canal Mago da Ciência
O segundo, que conquistou toda a platéia, foi sobre Ilusão de Óptica (assistir aqui). A experiência foi realizada com dois espelhos côncavos e um porquinho de plástico, projetando uma imagem 3D do pequeno boneco. O experimento lembra o princípio para a construção de um holograma e percorreu por todo o público. A medida em que as pessoas iam vendo, as feições eram de surpresa e alegria. 

Professores, estudantes e pessoas interessadas em ciência estavam na palestra. Ao fim, todos saíram inspirados e com a certeza de que ensinar e aprender Física pode ser inovador.

Nenhum comentário