Novo

Grupo RANIA, Alfredo Rollo e KamiKat participam do segundo dia do Sana 2018

Por Ana Flávia Sanção, Beatriz Navarro, Germano Freitas e Marcelha Pereira
Girlband sul-coreana RANIA fez sua primeira visita ao Ceará nesta edição do Sana. Foto: Wesley Hokino/Divulgação
Um público mais numeroso, em torno de 25 mil pessoas, visitaram o Centro de Eventos do Ceará para o segundo dia do Sana 2018. O grupo sul-coreano de K-pop, RANIA, e o mais famoso jogador profissional brasileiro de League of Legends, KamiKat, reuniram a maior parte dos visitantes do evento nos espaços de suas apresentações. Muca Muriçoca, famoso por seu canal de entretenimento no YouTube, e os dubladores Alfredo Rollo (Vegeta, em Dragon Ball) e Marcelo Campos (Yugi, em Yu-Gi-Oh), também estavam presentes no evento para se relacionarem com seus fãs. 

No palco Art&Fest, aconteceram as competições de K-pop e o Desfile de Cosplay. As salas temáticas do Sana, grandes pontos de encontro entre o público, servem como um espaço destinado exclusivamente para o debate entre fãs. A novidade foi a sala da Marvel, que este ano veio com palestras sobre a luta contra o preconceito no universo dos X-Men, a história da Marvel nos jogos, mulheres no universo Marvel e mais temas interessantes que geram debate entre os apreciadores. E, como em toda edição, a sala temática de K-Pop também está presente, com danças e espaço para vendas de produtos da cultura coreana. 

Espaço de vendas da Sala Temática Marvel. Foto: Equipe Grupert
Nesta edição, estão sendo comemorados os 15 anos da sala temática Tokusatsu, na qual estão acontecendo exposições de peças de colecionadores e onde alguns ilustradores estão comercializando seus trabalhos. Na sala do Harry Potter, com o tema principal de Copa Mundial de Quadribol, ocorreram partidas de Quadribol, gincanas de narração de tais partidas, oficina de marcenaria de como fazer sua própria varinha, entre outros jogos e dinâmicas interativas com os fãs. 

Em mais um dia de games, tivemos os jogos do campeonato de LoL no Sana 2018: aconteceram as semifinais e a final do torneio. Para abrir o dia, jogaram os times Bokuno Otaku Academia e Nunca Nem Vi, saindo como vencedor o primeiro; a série seguinte foi entre os times Fox e Trabalhadores Desempregados, este último saindo como vencedor. Seguindo a linha de toda a competição, a final também foi uma melhor de três partidas. Apesar do desempenho equilibrado e alternância no domínio dos jogos, os Otakus levaram o título com uma vitória de 2 a 0 sobre os Trabalhadores Desempregados.


Convidados


Uma das principais atrações do segundo dia, KamiKat, ou apenas Kami, subiu ao palco Sana Games para falar sobre a carreira, seu trabalho como consultor para a Pain Games, o projeto pessoal do jogador para se tornar um piloto de aviões formado e sua perspectiva para voltar ou não ao  mundo competitivo de League of Legends, além de também responder às perguntas do público. 

Dois dubladores famosos por seus personagens em animes reuniram fãs no pavilhão do Sana: Marcelo Campos e Alfredo Rollo. Marcelo, também famoso por ter feito Edward Elric em FullMetal Alchemist, falou sobre a carreira, o trabalho de dublador, contou histórias de inspiração e incentivou sua platéia a perseguir aquilo que gosta para seu futuro. Alfredo Rollo, famoso principalmente pelos seus personagens Vegeta, em Dragon Ball, e Brock, em Pokemón, palestrou para os visitantes e falou um poucos sobre sua trajetória como dublador e os personagens que marcaram sua carreira.

O dublador Alfredo Rollo, voz dos icônicos personagens Vegeta (Dragon Ball) e Brock (Pokémon), falou à imprensa e ao público do evento. Foto: Equipe Grupert
Espaço Coreia

As grandes atrações do K-pop foram os concursos. Abrindo o Art&Fest às 13h, o K-pop World Festival, maior competição de cover do pop coreano no mundo, trouxe premiações que somavam R$ 12 mil para as categorias de dança e canto. Às 16h30, o K-pop Cover, concurso promovido pelo Sana, trouxe apresentações de grupos principalmente regionais. 

No Espaço Coreano, promovido pela Embaixada Coreana e pela Kocca (Agência de Conteúdo Criativo Coreana) aconteceram as oficinas de Hanbok, vestimentas tradicionais coreanas, exibição de K-dramas e TV shows.

O palco do K-Pop World Festival foi um dos mais movimentados neste segundo dia de evento. Foto: Equipe Grupert
A grande atração do K-pop foi o girlgroup RANIA, composto pelas quatro garotas: Jieun, Ttabo, Zi.U e Hyeme. Essa foi a primeira vez das meninas no Ceará, em um evento que abarcou muito mais espectadores do que o último em São Paulo, o que as deixou bem animadas. 

Apesar da cultura do Brasil e da Coreia ser bastante diferente, RANIA afirmou que "na música, isso não é tão importante, todos conseguem se unir”. Levando isso em consideração, elas visitaram Fortaleza e até jogaram vôlei na praia com alguns desconhecidos.

Para as meninas, chegar ao Brasil é um passo muito grande e elas esperam que, de agora em diante, possam visitar outros países, fazer mais álbuns e se apresentar na TV. É perceptível o cuidado que elas têm com os fãs e a vontade de se aproximar mais deles, seja aprendendo simples frases como "olá, meu nome é", ou com a apresentação de Ragatanga. Para fechar a noite, elas se apresentaram em um show com duração de uma hora no palco do Sana Music. Essas ações ajudam as artistas a se aproximarem do público e divulgarem seu trabalho.

Nenhum comentário